terça-feira, 8 de junho de 2010

Roteiro para oração diante do Sacramento do Corpo do Senhor

por Penha Carpanedo

1. Estando diante do sacramento do Corpo do Senhor, tome consciência do próprio corpo: procure escutar a respiração, os sentimentos, suas emoções. Faça silêncio por alguns minutos.

2. Diante do pão consagrado, lembre-se das palavras do Senhor que repetimos no meio da oração eucarística: “Este é o meu corpo que será entregue por vós...” . Lembre-se das atitudes de Jesus que o levaram à morte... Deixe que o amor de Jesus ganhe espaço em seu coração. Se for em grupo cante um refrão orante ou um canto eucarístico.

3. Sinta-se em comunhão com o corpo eclesial. Recorde dentro de você as pessoas amigas, ou alguém com quem tem dificuldades de conviver, lembre as coisas boas que você está vivendo e também os motivos de preocupação e de sofrimento seus ou de outros/as; traga presente a santidade e as fraquezas da Igreja. Também as pessoas que sofrem, as que estão em presídios, nos hospitais, no abandono... Coloque tudo no coração de Jesus.

4. Tome um texto da liturgia do dia: pode ser o evangelho, ou a leitura, ou o salmo, ou ainda a oração eucarística (desde o prefácio), ou as orações iniciais e pós-comunhão. Podem ser também textos referentes à eucaristia ou ao mistério pascal de Jesus: João 6; 13; 15 e os relatos da paixão e das aparições. Leia, prestando atenção (leitura orante). Cada palavra da leitura é importante, vale a pena reler, meditando. Se uma palavra ou frase chamou a sua atenção, repita-a para você mesmo/a, e faça dela a sua oração. Se ao ler o texto se lembrar de outro texto bíblico, ou litúrgico, dê atenção, repita-o no coração...

5. Dirija a Deus salmos de louvor e intercessão (recitando ou cantando juntos se for em grupo). Pode ser o próprio salmo do dia ou outro (Salmo 116, por exemplo)

6. Dirija sua oração a Jesus com suas próprias palavras, agradeça por tudo o que tem recebido de sua bondade, reze pelas pessoas que sofrem, pelo mundo, pelo diálogo entre as religiões, pela unidade das Igrejas.

7. Reze o Pai nosso e termine com a oração da paz:
Senhor Jesus Cristo, dissestes aos vossos apóstolos, eu vos deixo a paz e vos dou a minha paz, não olheis os nossos pecados, mas a fé que anima a vossa Igreja; dai-lhe segundo o vosso desejo, a paz e a unidade. Vós que sois Deus com o Pai e Espírito Santo. Amém.
Postar um comentário